quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Hoje senti raiva de mim...


Estava ouvindo uma pregação sobre o inferno e Deus me deu um cascudão na cabeça que me fez sentir muita raiva e vergonha de mim.
Me dei conta de quão egoísta eu tenho sido, pensando só nos problemas que eu não tenho, nas questões que eu não preciso resolver e nas preocupações inúteis que tem tomado tanto tempo de mim.
Estou gastando meu tempo e minha energia com aquilo que não tem valor, enquanto as pessoas estão indo pro inferno e eu fico aqui paralisada no meu mundinho egocêntrico.
Sinto vergonha, pois fui separada por Deus para fazer mais do que cuidar da minha vida... fui chamada para cuidar de outras vidas, para orar por elas, para fazer a obra de Deus e não a minha obra.
Por isso hoje oro para que o Senhor me ensine a viver aquilo que Ele separou para mim e não o que eu quero viver... renego tudo o que não vem de Deus, não quero passar por aqui sem fazer a Sua vontade, Senhor.
Me leve á um nível mais profundo, a uma vida mais digna do amor que o Senhor tem derramado sobre mim!
Abra os meus obras para ver as Tuas coisas e os feche todas as vezes que eu olhar em outra direção!

Em nome de Jesus, que eu não erre mais o alvo.

Amém

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Esse tema é interessante. Quem o desenvolve com profundidade é John Piper quando afirma, dentre outras coisas, não haver incompatibilidade entre a minha felicidade pessoal e a busca da glória de Deus. Pelo contrário, elas seriam interdependentes. Salmo 37:4 "Deleita-te no Senhor e ELE concederá o que deseja o teu coração". No começo parece ser doloroso abrir mão, renunciar por Ele. Mas o resultado disso é que o Senhor em resposta a minha entrega, me concede aquilo que sozinho jamais obteria. E isso me traz imenso prazer e alegria. Como em tudo na vida cristã, essa é mais uma questão de fé. Parabéns pelo texto. Abs Marcos Vieira

    ResponderExcluir