terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Evangelismo FAIL!



Estou aprendendo muito nesses últimos dias, principalmente no carnaval. Aconteceram coisas impressionantes, vou citar uma delas:

Eu estava com vários jovens no sítio Rocha Eterna em Mogi, fazendo um retiro para prepará-los e ganhar a confiança desses jovens para que permaneçam em Jesus, então durante um dos cultos eu olhei para o portão do sítio e vi uma mulher, rapidamente levantei e corri para lá. Quando cheguei ao portão encontrei uma mulher jovem, uma senhora e uma criança de aproximadamente 3 anos, perguntei se poderia ajudá-las, elas responderem que a criança estava em casa e ouviu o louvor que tocávamos,  ficou curiosa e chamou a mãe e a avó para ir ver o que era.

Quando a palavra diz que o vento sopra aonde quer, ela não mente, pois o sítio dessa senhora não era perto, porém o Espírito Santo chegou até lá e começou a sua obra linda.
Logo entendi os propósitos que o Senhor tinha para aquelas vidas, então lhes expliquei o sacrifício de Jesus e fiz o convite que foi prontamente aceito, sem nenhuma resistência, e elas se entregaram para o Salvador, Aleluia! Entreguei minha bíblia para elas e as convidei a entrar, elas recusaram, entendi que meu trabalho ali tinha acabado. Para a glória de Jesus.

No Evangelho de Lucas, capítulo 19, encontramos a história de Zaqueu, creio que todos conhecem, mas peço que vocês observem algo, Jesus em nenhum momento faz apelo para o arrependimento de Zaqueu, ele simplesmente se convida para passar a noite na casa de Zaqueu, quando Zaqueu aceita algo maravilhoso acontece, além de Jesus ter ido passar a noite em sua casa o Espírito Santo começa a morar em seu coração, prova disso é que Jesus não preciso falar para Zaqueu se arrepender e Zaqueu já declara ao Senhor:

"Olha, Senhor! Estou dando a metade dos meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes mais".Jesus lhe disse: "Hoje houve salvação nesta casa! Porque este homem também é filho de Abraão.”.


Foi exatamente o que aconteceu com aquelas mulheres, eu não precisei dizer que elas estavam erradas, que seu modo de vida necessitava de Jesus. Elas entenderam porque o Espirito Santo começou a morar no coração delas, foi Ele quem trabalhou para que tudo acontecesse.

Às vezes, queremos fazer coisas magníficas, acabamos por ser taxados de chatos, por não desistir de falar de Jesus pra alguém, mas quero te dizer algo meu irmão se você está incomodando algum brother não cristão com a idéia de Jesus, você está fazendo da forma errada, porque o evangelho é suave e não traz incômodo e sim paz e alegria. Quer evangelizar com eficiência? Ore para que o Espírito Santo convença seus amigos, pois ele é quem convence do pecado.

Entenda algo a nossa atitude frente aos nossos irmãos deve ser a mesma de Jesus, ele orava e exortava, porém nunca foi considerado um chato, sempre foi agradável.
Seja agradável e permita o Espírito Santo evangelize por você, ele sabe mais que você a necessidade desse irmão aí.

Eu amo vocês, Queridos.
Beijos.

Lennon Santos

2 comentários:

  1. Querido Lennon, saúde e paz. Acredito que o evangelismo baseado na amizade é uma parte da moeda. Depois que li seu texto me veio a mente uma meia dúzia de vezes que Jesus não foi chato, foi muito mais. A tal ponto de ser abandonado por todos, odiado e alvo da fúria dos seus contemporâneos. Seria muito bom no nosso testemunho cristão se pudessemos ser politicamente corretos e esperássemos o vento do Espírito, manso e suave. Mas às vezes Deus tem pressa, o vento vem como tufão, vidas precisam ser retiradas da boca do inferno... Aí meu irmão, a voz profética se levanta. Inevitavelmente a nossa não omissão em testemunhar nos trará, mais cedo ou mais tarde, certas indisposições com as pessoas. Foi assim com Jesus e será assim conosco. É o preço do discipulado. Radicalidade em Cristo. Dica: uma maninha que escreveu sobre o engano do "politicamente correto" foi Norma Braga. É só dar uma olhadinha no blog dela e procurar esses textos, baseados também na obra do Rene Girard. Abs. Marcos Vieira

    ResponderExcluir
  2. Querido Pastor, concordo com você.
    É necessário ser chato, às vezes, porém busco sempre ser amigo que ama e não que aceita tudo. Jesus amou, mas não concordou com várias coisas, mas o seu amor não impediu de se tornar alguém agradável, para alguns que aceitavam a sua exortação e muito chato, de fato, para aqueles que não aceitavam.

    A ideia é ser alguém amigo, que fale de Jesus com a simplicidade que é necessária, vivendo. Mas também concordo quando o senhor usa a historinha dos Botelho's do prédio em chamas!

    Radicalidade em Cristo, é algo para ser vivido dia-a-dia.

    Irei pesquisar sim sobre Norma Braga.

    Valeu Pr.
    Abs. Lennon Santos

    ResponderExcluir