segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Na aflição nasce o Irmão


Fala galera, beleza?
Hoje estou postando porque descobri algo muito sério, uma amiga da faculdade está internada na UTI e me chocou muito, pois ela sofre de uma doença que para a medicina não existe cura, enfim vou discorrer sobre o tema "Amizade" agora...

Até os meus 18~19 anos eu não tinha amigos, eu sempre tive colegas, pessoas que estavam comigo no momento da curtição, da zoeira, etc., porém amigo de verdade eu só fui ganhar tarde, e por isso eu tenho muita dificuldade na relação de amizade e me esforço muito para ser AMIGO.


Os amigos que ganhei após esse período me deram um padrão de amizade magnifico, eles me ensinaram que devemos nos importar com os problemas dos nossos amigos, por mais que parecem idiotas. Eles me ensinaram também que devemos ir atrás das pessoas e ver como elas estão, ensinaram que devemos falar Oi e dar um abraço, ao invés de esperar que te deem o mesmo, e por isso hoje eu dou valor para meus amigos, luto por eles e vou atrás para saber se eles estão bem.


Há uma grande diferença entre amigo e colega: Um colega é aquele que está com você apenas em bons momentos, que não liga para você quando você está na pior, porém o amigo está sempre com você e você descobre que é amigo mesmo quando você está na pior, porque ele vai até você para te ajudar a levantar e caminhar novamente, amigo é aquele que é revelado no momento da angustia, quando você está mal, no pior momento da sua vida, você descobre realmente quem são seus amigos, então você descobre que ganhou um irmão, como é revelado em Provérbios 17:17.

Hoje eu luto pelos meus amigos, estou aprendendo a cada dia com eles. E tenho uma lista de colegas que devo me aproximar para torná-los meus novos amigos, mostrar que eles podem contar comigo, que não sou apenas um cara que viveu com eles alguns momentos, mas que só alguém que estará com eles nos piores momentos.

E você, qual é o padrão de amizade que você recebeu? Como você tem tratado seus amigos, seus colegas? Lembre-se que para ganhar um amigo é necessário primeiramente ter um colega, portanto valorize aqueles que te cercam, se preocupem com eles e de valor, principalmente por aqueles que não conhecem a Cristo, pois verão o amor de Deus através da sua amizade.

Essa semana irei doar sangue para essa amiga que está internada, peço a colaboração de todos que puderem ajudar. Ela está internada no Hospital do Servidor, Rua Vergueiro. Se puderem doar, o nome dela é Luana Souza. Peço também que orem pela conversão e cura dela, pois o que para a medicina é impossível para o Criador é possível.

Pela fé em alguém que salva de graça,
Lennon Santos.

Um comentário:

  1. Desde meus 20 anos sou um doador que podemos chamar de frequente (uma vez por ano aprox 450ml) não chega nem a meio litro. Achei que já fazia muito, pensava até ser um cidadão diferenciado tamanha minha generosidade... pobre tolo !

    Alguns anos depois, num evento isolado por problema de saúde precisei fazer um tratamento que demandou receber 15 litros de sangue.

    O que antes me fazia pensar estar no credito por ter doado alguns litrinhos, agora me pesava na consciência ter recebido muito mais.
    O fato é que muitos camaradas anônimos, espalhados por aí do qual nem sabemos o nome fizeram suas doações sem a real noção de sua importância e que ainda nem sabem o destino final. Hoje eu os carrego dentro de mim, como irmãos

    Amor ao próximo, embora os conceitos promovam os extremos, tem um preço só!
    Jogue lixo no lixo e Doe Sangue !

    ResponderExcluir