quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Por favor! Um momento de paz!


O post do Lennon de ontem falou bastante com meu momento. É sobre ter paciência, eu conversava sobre isso com Deus por esses dias, pedia a ele que me desse à mansidão, a temperança, a bondade, a paz e tudo que o fruto do Espírito nos propõe. (Gálatas 5:22-23)

To mesmo precisando de umas férias! Foi o que eu disse para Deus. To sem paciência para agüentar as pessoas, para aturar as frescuras de irmãos, para tolerar criancices de gente grande.

Ou seja, estou com os nervos à flor da pele, precisando de um silêncio, mas será que esse silêncio é físico, emocional ou espiritual?

Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis. Gálatas 5:17

Então fui buscar a palavra, eu queria mesmo saber de Deus o que tava rolando comigo, e lembrei da passagem que diz:

E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Filipenses 4:7

Observem isso, a paz de DEUS excede. Isso quer dizer que ela supre, passa da cota, em outras palavras, ela super abunda sobre todo o entendimento, a paz de Deus tudo sabe, tudo supera, não importa qual a ansiedade ou aflição. Essa paz guarda o nosso coração, e os nossos sentimentos em DEUS. Imagino que ele enxerga nosso momento de aflição dentro de nós, e nos da paz, congela nossas ações que podem ser inesperadas e desnecessárias naquele momento, ele guarda em suas mãos os nossos sentimentos protegendo nosso coração do mal.

Como Deus é completo, mesmo sem eu merecer ele cuida de mim, por misericórdia.
Eu acho que o que tenho que fazer agora é orar e pedir a Deus a sua paz, o Espírito de Deus que habita em mim, pode me ajudar, pode me dar forças.

Vou orar: Senhor que a sua paz me invada de tal forma, que o homem mal não encontre em mim qualquer brecha por onde possa prevalecer, e que a sua bondade, mansidão e paz venham preencher meu coração e minha mente hoje, para que as aflições dos meus dias, não permitam que a sua luz em mim se apague, ou que o meu próximo não consiga te ver em mim.

Que o meu amor por cada um que passar pela minha vida seja tão grande que eu possa transparecer isso e mostrar a Eles quem é o grande Deus que mora em mim. Somente isso que quero senhor, que o senhor seja glorificado através de mim.

Amém.

Silmara Santana


Nenhum comentário:

Postar um comentário