sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Campanha do negue-se a si mesmo


Iae galera, a paz de God... Meu que sexta-feira gelaaaaaaaada da bixiga lixa!!!!

Bom cá estou eu de novo =D para tentar passar algo para vocês neste ultimo dia útil da semana.
Na quarta-feira rolou um culto/show do Rodolfo Abrantes (sim o ex raimundos) lá na Bola de Neve de Mogi das Cruzes (my church haha), e que palavra maravilinda foi aquela que ele levou, isso sem contar a adoração... muito legal. Mas não é sobre a palavra do Rodolfo que eu quero falar aqui hoje.

Resumindo bem a história, no meio do show havia uma pessoa que precisava ir embora pois morava meio longe e tal e dependia de condução para ir ate sua casa. Poxa vida ninguém merece sair de lugar nenhum na metade do evento não é? Eu na maior boa vontade fui tentar descolar uma carona para esta pessoa, e uma das respostas que me deram foi que não daria para levar a pessoa por que onde ela mora é muito fora de mão e bla, bla, bla... É neste ponto que quero chegar.
A palavra nos diz em Isaias 6:8 que o profeta Isaias depois de ouvir a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim. E já era Deus usou o cara PARA CARAMBA.
Este lance de eis-me aqui como já escrevi neste post aqui em baixo é muito lindo em sua teoria, mas na prática as coisas são totalmente diferentes. Como que a pessoa pode dizer todos os dias para Deus: Senhoooooor eis-me aqui, a pessoa fala isso pra Deus e ela nem vê a Deus, como ela pode querer que Deus a use no máximo de sua glória sendo que ela não consegue ser usada por Deus para dar uma carona por exemplo.
Não vou dizer que a pessoa que não deu a carona esta errada, muito pelo contrário se é fora de mão beleza, mas e aquele lance do negue-se a si mesmo, onde fica????

Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Mateus 16:24

E isto me lembrou também a palavra de 1 João 4:20 que diz:

Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?

Pois é galera, se quisermos mesmo exercer o eis-me aqui, comecemos pelos nossos irmãos que estão do nosso lado.

Fiquem na santa paz de God, um ótimo final de semana a todos e Juizo.

Fernando Manzini / @fermanzini

P.S: este é um dos muitos exemplos que tenho visto ultimamente dentro da igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário