quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Não somos deste mundo


"Se eu encontrar em mim mesmo  desejos que nada neste mundo pode satisfazer. Eu só posso concluir que eu não fui feito para este lugar. Se a minha luta contra a carne é na melhor das hipóteses é apenas  leve e momentânea, então é claro que me sentirei nú quando comparado com o lugar para que estou destinado" (C.S Lewis)

É com esta frase de um Senhor chamado Clive Staples Lewis que vou começar o post de hoje. Lewis tornou-se ateu ainda adolescente, mas se converteu após a leitura de escritores como George MacDonald, quando desafiado por perguntas sérias nas aulas de filosofia da Universidade de Oxford. CS. Lewis experimentou os dois lados da moeda:  foi anticristão antes de tornar-se cristão.

E para quem não conhece, ele também é o autor da série “As Cronicas de Narnia”.

Estava conversando com o Diego na segunda-feira e estavamos falando sobre o tratamento de Deus, que quando eu estava começando a achar que Deus estava terminando o meu tratamento novas coisas começam a aparecer e ai vejo que Deus só tratou apenas uma unha minha, e que ainda existem um monte de coisas a serem tratadas, e que se por algumas vezes eu já pensei em desistir de algumas coisas e joga-las  todas para o alto por não aguentar o inicio do tratamento... Coisas que são promessas para a minha vida só que noooooossa como é dificil suportar o peso da forja que preciso passar para tomar posse das minhas promessas.

Pensando sobre isso no meu trabalho na terça-feira cheguei a seguinte conclusão: Não somos deste mundo.
Deus criou Adão e Eva neste mundo, mas não os fizeram para viver em uma sociedade igual a que vivemos hoje em dia... melhor, não os fizeram para viver na sociedade que eles mesmos constituiram no instante em que foram expulsos do jardim.

Quando a palavra nos diz em  João 18:36 que o reino de Deus não esta neste mundo, por que se estivesse os servos do Senhor pelejariam contra os judeus para que não O matassem, muito pelo contrário, o reino d’Ele é lá em cima...
...Como diz a frase em que começamos este post: Se eu encontrar em mim mesmo  desejos que nada neste mundo pode satisfazer. Eu só posso concluir que eu não fui feito para este lugar. Quantas vezes não temos desejos, desejos loucos do tipo... Oh Deus como eu queria um abraço seu neste instante, como eu queria poder sentir o teu amor, como eu queria sentir a sua alegria. Você as vezes pode ser perguntar (eu já me fiz esta pergunta), mas Pai como pode eu acreditar neste tipo de coisa???  Promessas que aos meus olhos serão impossíveis de serem realizadas, como eu posso acreditar que eu acredito nisso???

Se realmente fomos criados para morar no céu junto com nosso Senhor e Salvador, o desejo de estar lá já esta imbutido em nós; às vezes desligado, as vezes precisando de um catalizador que te faça ligar o seu desejo de estar com o Pai.
Sabe o nome deste catalizador???
Jesus Cristo.

Galera esta é a primeira parte de duas em que vai se resumir este assunto. Tentarei postar a segunda parte na sexta-feira, caso não consiga na quarta-feira que vem é certeza.

God bless you

Fernando Manzini / @fermanzini





Um comentário: