terça-feira, 14 de junho de 2011

Em obras [2]

Salve galera, a paz de الله

Segue a série "Em Obras" aqui no blog.

De und dias pra ca estive com um desânimo da bixiga, ai hoje passou uma amiga minha que me deu uma carona pra Mogi, e fomos conversando, e através da vida dela Deus me falou um monte de coisas que me fizeram da um up, e sair deste desânimo.
Galera, recebi vários depoimentos de diversos tipos de pessoas homens, mulheres, altos, baixinhos, e etc, etc, etc...
Mas vou falar do que percebi hoje. Quantas vezes escutei homens dizendo que mulheres não prestam, e mulheres dizendo que homens é que não valem nada, e hoje presenciei este fato acontecendo de novo (galera, não reparem, este post vai ficar menor do que o habitual porque hoje estou na casa do meu papito, esta escuro aqui na sala, e esse notebook dele me irrita, e esta muito frio).

Mas voltando ao assunto, reparei que gente que não presta existe dos dois lados, tanto do feminino, quanto do masculino.
O primeiro passo: parar de julgar.
As vezes nem conhecemos as pessoas e por causa de experiências passadas já imaginamos o pior, isso deve ser alguma auto defesa, só pode.
Se Jesus que poderia ter julgado a mulher adultera, não há julgou, quem somos nós para julgarmos uma pessoa que tenta se aproximar da gente?
Notei também que há muita busca pelo exterior, na verdade notei que a busca pelo exterior é bem maior do que a busca pelo interior de uma pessoa. Beleza se coloca muito a mesa hoje em dia, inclusive no meio evangélico. Agora me diga, pra que pensar em exterior se no final das contas ficarão os dois velhos e enrugados (e Avon nenhum pode impedir isso)?
É meu povo e minha póva, o negocio é orar mesmo porque se  não ficaremos loucos.

Semana que vem começamos de fato as análises dos casos rsrs, Fiquem todos com Deus.

الله يبارك لنا جميعا 

Fernando Manzini / @fermanzini

Quer falar com a gente?
psicocristao1@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário